Difícil encontrar alguém que rejeite um bom churrasco. É sempre uma opção prática e deliciosa para comemorações entre família e amigos. Mas o que era diversão para o advogado Vitor Mesquita, tornou-se paixão.
Inspirado pelo tio que tomava conta da churrasqueira nos eventos familiares, Vitor, aos poucos, foi assumindo o posto e aprendendo sobre a arte do churrasco. Arte sim, porque conhecer os cortes das carnes, pontos de cozimento e modos diferenciados de temperar, exige talento e estudo.
No início, Vitor conta que era mesmo apenas um hobby. Passava a semana advogando e sempre que uma folga surgia, corria para perto de uma brasa. Foram três anos se dividindo entre dois amores. “Eu comecei a perceber a paixão, quando fui ficando mais feliz, fazendo churrasco do que trabalhando na minha profissão oficial. Sou apaixonado pelo direito, mas o churrasco é uma felicidade diferente, preenche mais, aproxima as pessoas, tem o poder de reunir, e isso é o diferencial de unir todo mundo”, conta.

Entre cursos e inspirações em grandes referências da área, começou a ser contratado para eventos e festivais. O mais marcante foi a churrascada em São Paulo, que ficou guardada na memória. Vitor recebeu o convite para participar ao lado de grandes nomes da gastronomia. Na ocasião, foram assados mais de 400 kg de carne. Dá pra imaginar?
Há cinco meses, a paixão se tornou também profissão oficial, isso porque a demanda de trabalho foi tão grande que Vitor teve que optar. Hoje, ele já conta com uma equipe treinada para fazer eventos de todos os portes.
O churrasqueiro explica que a nova profissão lhe proporcionou oportunidade de ajudar as pessoas. “Maior é o que serve. A questão de servir o outro é histórica, é bíblica. E isso vai ficar pra mim para sempre, e eu carrego como lema,” explica.
Para complementar as carnes preparadas com tanto capricho, Vitor também aprendeu receitas de acompanhamentos, alguns tradicionais e outros foram criados por ele, num processo de experimentação. Conhecimento que também é dividido em cursos e workshops.

A verdade é que basta ter carvão, carne e uma boa conversa que Vitor vai chegando e enchendo os pratos de todos com churrasco e também um bocado de felicidade. “Churrasco é amor, paixão e simplicidade. É nada mais que uma verdade, porque você dá o seu melhor para uma pessoa que vai provar o que você fez”, Conclui.

@churrasdovitao