MARCELA CAMPOS

CONTEÚDO PARA MAIORES DE 18 ANOS

Vamos falar de mais um tabu? Dessa vez, o assunto é o uso de vibradores. Criado no século 19 para uso terapêutico, só muito tempo depois passou a ser utilizado como objeto de prazer. Há quem pense que esses brinquedinhos são utilizados por pessoas solitárias. Mas na verdade, são ideais para quem procura inovação e mais ousadia no relacionamento. O uso deles pode ajudar você a descobrir aquilo que lhe satisfaz. O vibrador já se tornou um acessório indispensável para quem busca aperfeiçoar o desempenho, e também é um forte aliado para o sexo anal.
E para quem pretende adicionar uma grande pitada de ousadia na relação, o uso do vibrador é uma verdadeira viagem pelo prazer. E quando chega a hora de encontrar o seu parceiro (a) você estará mais confiante e à vontade para uma entrega maior no ato sexual. O resultado sempre é de satisfação intensa.
Para embarcar nessa viagem pelo prazer, é preciso saber uns detalhes sobre esses produtos. Primeiro que existem dezenas de modelos e funções. A escolha do vibrador ideal vai depender sempre da fantasia do dono e também com o “amor à primeira vista”.
Só para você ter ideia, existem vibradores internos e externos, cada um com uma particularidade.
Os externos, além de dar um estímulo mais intenso na maioria das vezes, ele também permite que aja uma penetração na hora H.
Vibradores internos, são os mais indicados para quem tem mais prazer com a penetração. Uma dica hot é experimentar vibradores rotativos. Eles possuem uma variação maior de uso e consequentemente caminhos diversos para o clímax.
Se ficou curioso, que tal procurar conhecer as opções? Quem sabe, um vibrador pode ser o caminho que faltava para alavancar a sua autoestima e satisfação pessoal em relação ao seu desempenho sexual!
E você, já apimentou a sua relação hoje?