Com Viviane Batidão

Musa, diva, rainha, princesinha estrela do tecno melody! São alguns dos adjetivos usados para definir a estonteante Viviane Batidão. Já são 20 anos de carreira que deram a ela o reconhecimento e o respeito de quem leva o Pará no coração e na voz. Viviane é de uma geração que precisou batalhar muito para tornar os ritmos paraenses reconhecidos em todos os espaços. “Nós tivemos que encarar umas épocas de muito preconceito, onde o brega ficava restrito a algumas casas de shows e cidades, porque era coisa da periferia. Hoje através de muita resistência, a galera do universo brega consegue tocar em todos os lugares, em casas grandes para todos os públicos.”
Mas a musa do Tecno melody quer muito mais, por isso, não larga o ritmo por nada e conta que o segredo está em escutar o desejo do público. Daí vem as inúmeras versões de hits internacionais. Basta ter um sucesso, que já tem gente pedindo a música ao ritmo de tecno melody nas redes sociais. Um exemplo recente é a versão de Shallow, música de Bradley Cooper e Lady Gaga, os fãs pediram e colocaram a interpretação de Viviane no topo das mais tocadas nas rádios.
Esse carinho imenso que o público tem é fruto da simpatia da artista que tem na personalidade um carisma encantador e faz questão de atender o público e dividir a vida pessoal e carreira nas redes sociais. Aliás, as redes sociais da musa são espaços de muito empoderamento. Viviane divulga os shows, entrevistas e também o dia a dia de mãe e empresária. “Ser artista é de extrema responsabilidade, não é só subir no palco, cantar e tirar foto. A gente tem um empenho social nisso, porque as pessoas te seguem e se inspiram em você. Sou uma mulher independente e faço tudo sem agredir ninguém. Mostro a Viviane uma mulher real, publico foto de biquíni e fio dental na praia, foto sem maquiagem e ao mesmo tempo gosto de estar bem produzida. Se a gente é capaz, vai à luta e faz”, destaca.
Com uma agenda bem movimentada, Viviane Batidão parece ser ligada no 220 volts, sempre pronta para desafios. “É o açaí, essa energia que só o povo do Pará tem. Mas é também porque eu amo o que faço, amo o meu filho, minha carreira, minha casa, tudo o que eu me disponho a fazer faço com amor.”
E olha que vem muita coisa boa no segundo semestre, pra começar a gravação de um DVD show durante a apresentação na Expofac, em Castanhal, e ainda serão lançados dois Videos clipes, haja fôlego!
Mas para Viviane, é só o começo de um caminho bem certo. “A minha maior meta como boa paraense e defensora do que faço, é que o Brasil e o mundo conheçam nossa cultura, o brega.”