Por Jacklline Sousa
Especialista em tributos – CRC/PA 017985/0-1

O cenário empresarial está em constante mudança no que diz respeito às finanças. Quando o assunto é redução de custos, logo vemos uma parcela significativa de empresários optando pela redução do seu quadro de funcionários.  É exatamente essa medida que merece, nesse momento, um tom de reflexão. Sabemos que o peso no orçamento vai além dos salários, pois, há também os encargos trabalhistas. Entretanto, não menos importante, a forma como esses desligamentos estão sendo realizados deve ser colocada em evidência.  cenário empresarial está em constante mudança no que diz respeito às finanças. Quando o assunto é redução de custos, logo vemos uma parcela significativa de empresários optando pela redução do seu quadro de funcionários.  É exatamente essa medida que merece, nesse momento, um tom de reflexão. Sabemos que o peso no orçamento vai além dos salários, pois, há também os encargos trabalhistas. Entretanto, não menos importante, a forma como esses desligamentos estão sendo realizados deve ser colocada em evidência. A Justiça do Trabalho atua de forma rígida na observância dos direitos da relação de trabalho e, diferentemente, das diversas execuções fiscais, as reclamatórias trabalhistas têm sido motivadas por descuidos no controle interno, como segurança do trabalho, rotinas de pessoal, desvios de função, o processo de registro e até mesmo recepção de documentos de forma errônea no momento da admissão. É essencial atentarmos para o fato de que as pessoas estão cada vez mais conhecedoras dos seus direitos, e as empresas, por sua, vez devem procurar administrar de forma eficiente pequenas falhas no processo, para que não se tornem grandes passivos monetários. Podemos destacar os bancos de horas, alteração de funções, pagamentos de determinados benefícios que não possuem a incidência de encargos, entre outros. Nesta senda, um trabalho de auditoria trabalhista para identificar possíveis irregularidades, juntamente com a criação de rotinas de recrutamento e trabalho, torna-se indispensável, além de uma equipe de profissionais qualificados que possa atuar de forma preventiva, minimizando riscos de demandas trabalhistas, para que ela seja capaz de reduzir custos de forma pensada e mantenha a sua empregabilidade.