Quando a pessoa apresenta qualquer tipo de dificuldade para respirar ela deve ficar em alerta. O sintoma pode se agravar e aponta para a necessidade de um tratamento mais específico. Um dos procedimentos mais comuns é a turbinectomia.
Turbinectomia é uma cirurgia funcional que tem por objetivo a diminuição do tamanho das conchas ou cornetos nasais.
Conchas, turbinas ou cornetos nasais são projeções ósseas existentes no interior da cavidade nasal, recobertos por mucosa. Sua função é aquecer, umidificar e filtrar o ar respirado.
A Turbinectomia está indicada quando o paciente apresenta obstrução nasal decorrente do aumento do corneto, que não responde ao tratamento medicamentoso, geralmente em consequência de Rinite Alérgica e Rinite Medicamentosa.
A cirurgia faz a remoção do excesso dos cornetos, por via endoscópica e dura cerca de 30 minutos. Geralmente a alta é no mesmo dia. Repouso relativo por cerca de 48 horas após a cirurgia. Neste período, é normal a saída de pequena quantidade de sangue pelo nariz ou garganta.
É importante a realização de limpeza nasal rigorosa especialmente no primeiro mês após o procedimento, com lavagens várias vezes ao dia, usando soluções de soro fisiológico.
Importante é que o procedimento só deve ser uma opção após a avaliação e a administração de medicamentos feitos por um otorrinolaringologista. O resultado da cirurgia é uma respiração normal e mais qualidade de vida ao paciente.