Gerar negócios, motivar o empreendedorismo e alavancar a economia foram alguns dos focos do segundo Festival de Negócios Sebrae, realizado em Santa Izabel dentro da programação do Avefest. Uma super estrutura foi montada para receber 40 empresas expositoras dos segmentos de gastronomia, agroecologia, agricultura, cadeia avícola, artesanato e turismo. Além disso, o Sebrae preparou uma programação especial com talk show, rodada de negociação alinhada ao seguimento de moda, além de crédito e compra de grãos que movimentou 21 milhões em negócios, com a participação de quatro grandes empresas do município. “Estamos muito felizes em poder trazer essa estrutura e tudo o que a gente tá proporcionando para os expositores, são muitas as oportunidades de negócios. Santa Izabel é o segundo município da região Guamá com maior densidade empresarial, e se destaca na cadeia avícola, como maior produtor de ovos no norte do Brasil”, destaca Gisele Freitas da Silva, Gerente Sebrae na Região Guamá.
O festival também foi uma oportunidade para a população conhecer o Programa Cidade Empreendedora que a gestão municipal de Santa Isabel aderiu e hoje conta com um incentivo à mais para o micro e pequeno empresário. O gerente de políticas Públicas no Pará, Roberto Belluci, explicou no talk show que atualmente apenas dez municípios no estado participam dessa iniciativa que em 10 mil horas de consultoria recebem todo aparato para fomentar o empreendedorismo na gestão municipal, compra pública, pesquisa e desenvolvimento de pequenas empresas. Também com foco na educação empreendedora e desburocratização. Ao todo, 32 soluções são aportadas durante 12 meses, capacitando servidores e secretários para que haja um ambiente de negócio propício. “O programa capacita os agentes públicos da prefeitura e outras entidades para que saibam comprar das micro e pequenas empresas e dos produtores rurais. E nós vamos também capacitar esse público para que saibam como vender. O que queremos é que os órgãos municipais comprem de gente daqui e o dinheiro de Santa Isabel fique gerando renda e desenvolvimento aqui”, explica.
Isabelle Éleres, coordenadora estadual do Programa de Educação Empreendedora também aproveitou o evento para mostrar os primeiros resultados do programa que foi implantado em 5 escolas de Santa Isabel. O trabalho, considerado um case de sucesso, ganhou um prêmio de destaque regional. “O principal beneficio que identificamos, foi o desenvolvimento de características do comportamento empreendedor nesses estudantes, e trabalhar o protagonismo e a autonomia juvenil.”
A secretária municipal de educação Elen Alves destacou a nova visão sobre o conteúdo para as turmas de ensino fundamental. “Nós não tínhamos só o desejo de gerar renda, nosso interesse também é que isso seja empregado dentro do currículo, assim trabalhamos a parte prática de disciplinas teóricas que eles tinham”.