QUEBRANDO PARADIGMAS

Giovanna Lisboa comanda o escritório que vem quebrando tabus em Castanhal. Ela assumiu como missão proporcionar bem estar, funcionalidade e qualidade de vida em cada projeto que faz, sem esquecer, é claro, da relação custo-benefício. “Eu quero quebrar esse paradigma de que a arquitetura é algo inacessível ou caro demais. Meu objetivo é mostrar que a arquitetura pode ser sim para todos e ir muito além da questão de organização espacial”, explica.
A empresária opta por soluções que se alinham aos desejos e necessidades de cada cliente. A escolha dos materiais, tecnologias e traços sempre são voltados para levarem mais conforto e funcionalidade aos ambientes, como por exemplo, abrir espaço num cômodo pequeno, a estética acaba sendo um resultado de todo um estudo. A arquiteta atua nas areas de projetos de arquitetura e de interiores, sejam eles comerciais ou residenciais, com ênfase em reformas. Seus projetos têm estilo moderno com linhas retas, simples, detalhes em vidro, aço e madeira. Os clientes acompanham cada passo de seus empreendimentos, recebem visitas e aprovam as mudanças diretamente com a arquiteta, além das maquetes em 3D que permitem a visualização em todos os ângulos do resultado final, o que acaba tornado o processo de tomada de decisão ainda mais acertivo. Essa relação de transparência garante que os clientes se sintam seguros para imprimir suas personalidades desde o primeiro esboço proposto. E abre oportunidade de valorizar aquilo que seu prédio ou casa tem de melhor. “Eu procuro sempre olhar com mais carinho para o que o cliente já tem. Não vou tirar um piso antigo se não houver necessidade ou demolir todas as paredes para começar do zero. Esses elementos marcam a identidade do lugar e impactam diretamente no aspecto econômico”, destaca a arquiteta.
Foi assim, que em pouco tempo o escritório Giovanna Lisboa Arquitetura alcançou um novo patamar no mercado de Castanhal. Ousando unir forma, função e economia em seus trabalhos. O reconhecimento por seus projetos sólidos tem destaque na versatilidade e na paixão com que se dedica à arquitetura.
“Posso dizer que eu amo o que faço e por isso me dedico inteiramente aos projetos. Encaro como uma missão, levar soluções e ideias que auxiliem o cliente a desenvolver melhor o espaço dele”, conclui.