As flores são gotas multicoloridas que Deus espalhou sobre o verde tapete que envolve a terra, no momento da criação. Não admirar a beleza das flores é praticamente impossível em quem vive à luz! E se você faz parte desse universo de admiradores, imagine a beleza de uma floresta de orquídeas! Agora visualize 19 galpões repletos de flores no quintal da sua casa! Só de pensar já dá para sentir uma paz invadindo o dia. E acredite, esse cenário que parece tirado de um sonho é a paixão de um aposentado que trocou a refrigeração por um orquidário. José Torres Pinheiro é confessadamente um amante da beleza. Ele recorda que quando era adolescente, ficou fascinado por uma orquídea, mas guardou a curiosidade por anos. Foi um cliente que despertou o interesse novamente em José, ao presenteá-lo com uma planta. Na época, ele trabalhava com refrigeração e tinha 50 anos. Uma orquídea levou à outra, e a cursos e a mais pesquisa sobre as espécies. Em pouco tempo José se viu dividido entre seu negócio de refrigeração e o trabalho como orquidófilo.
O primeiro galpão de três metros foi ficando pequeno e logo o empresário foi expandindo a produção, a ponto de investir em cursos fora do estado. “Fiz duas viagens a São Paulo para conhecer orquidófilos e viajei por conta de uma universidade para participar de um curso. Nós visitamos alguns dos maiores produtores do país”, conta. Todo esse empenho resultou em um convite para participar do primeiro “Flor Pará”. O evento que reúne produtores de todo estado. O pioneirismo é reconhecido, acredite, que além dos cuidados diários com as plantas, o orquidófilo é constantemente convidado a dar palestras para alunos de agronomia e apreciadores das flores, inclusive em outros estados.
Hoje com 66 anos, o aposentado é um dos maiores produtores da cidade; vende vasos para todo o estado e suas flores são enviadas para São Paulo. A paixão só cresce, os planos para este ano são de expandir as estufas em mais dois galpões. É claro que ele conta com uma equipe que cultiva o mesmo carinho pelas plantas, mas o desejo mesmo é deixar o legado para a família. “Meu sonho é ver meus filhos trabalhando com orquídeas. Cuidando da mesma maneira com que eu gosto”, revela.
O xodó do orquidófilo é uma planta que ele cuidou desde a germinação. A cor rosa pink das flores recompensa todos os meses de cuidados. “A orquídea é uma fascinação, é uma loucura para nós. Você pegar, desde a semente até a floração, é maravilhoso. Ver uma planta crescer e florescer, é como criar um filho”. O que há de mais prazeroso do que executar as tarefas de que tanto se gosta? Imagine só cultivar flores! Orquídeas então…