Com Raquel Oliveira

Você já entrou num box de crossfit? Esses espaços especialmente preparados para a prática esportiva são bem diferentes das academias tradicionais. Os box são cheios de cordas que descem do telhado, possuem umas grades para exercícios, argolas e anilhas de todos os pesos. A modalidade, mais que uma febre, é paixão dos adeptos. Quem não conhece pode até torcer a boca, mas basta uma aula experimental, para a série frenética de exercícios liberar endorfina (conhecido como hormônio do bem-estar), e isso pode virar uma verdadeira paixão. Foi assim que há um ano e meio, Raquel Cassiano Oliveira se rendeu à prática. A dentista confessa ter amor incondicional pelo esporte que treina 6 vezes por semana. “Quando não posso treinar, sinto uma sensação de vazio, que fiquei sem uma parte importante”, revela.
Raquel é cirurgiã dentista e passa o dia de jaleco no consultório, precisa de muita delicadeza para atender seus pacientes e força na coluna para enfrentar horas em posições desconfortáveis. Adivinha onde ela encontra o suporte para essa rotina? Foram os intensos treinos de crossfit que fortaleceram a musculatura da odontóloga.
Ela revela que há oito anos decidiu buscar uma vida saudável, começou com a musculação e depois que encontrou o crossfit, se sente completamente realizada. “É viciante, o crossfit te desafia todos os dias, são conquistas diárias. Dentro do Box, você tem alegria, é um esporte que te une a outras pessoas e ao mesmo tempo trabalha todo o teu corpo; para mim, é ideal porque melhora a força, resistência, flexibilidade, tudo isso numa única modalidade.”
O desempenho de Raquel é surpreendente. Mesmo com pouco tempo de prática, já participou de quatro grandes competições. Ela conta que foram nesses eventos que descobriu que o esporte pode levar as pessoas além. “Nas competições, você busca o seu limite. Você é desafiado a fazer exercícios que não fazia, e com agilidade. A adrenalina é maravilhosa e tem um clima muito legal,” conta.
A dentista não esconde a paixão e incentiva todos ao seu redor. Aliás, foi um convite à prática, a primeira coisa que disse para nossa equipe: “Eu sou a maior incentivadora, não vou mentir não. No consultório, na família, amigos, convido todo mundo, faço pelo menos três convites por dia,” brinca.
O crossfit chegou na vida da Raquel para ficar; hoje, a filha de 19 anos, já é crossfiteira igual a mãe, e o esporte é parte importante da vida das duas. “Eu digo que tenho 4 pilares: Deus, meus filhos e minha família, meu trabalho e o crossfit. São os pilares que me sustentam e me levam adiante.”