Por Marco Souza

O tema planejamento, abordado na última edição, é bastante vasto, e o nosso objetivo foi fazer um convite, e ao mesmo tempo provocar uma reflexão sobre a importância dispensada por você ao planejamento no seu negócio.
Em continuidade ao que foi proposto, provocamos agora o questionamento sobre a sua decisão de compra, se você leva em consideração valor ou preço. Primeiramente vamos contextualizar e entender a diferença: Preço é o valor monetário que você desembolsa para adquirir algo. Já o valor é algo mais subjetivo, pois tem a ver com a importância que você concede a aquisição de um bem ou serviço.
Alguns clientes não dão VALOR a uma comunicação bem produzida, ao uso de um material mais durável ou moderno, que dê um toque de sofisticação ao seu negócio. Para eles, o fator principal a determinar a sua compra é sempre o menor PREÇO.
No entanto, há pessoas que enxergam o benefício numa gestão visual eficiente, que levam em consideração um projeto bem feito, um atendimento de excelência, a consultoria prestada pela empresa, que busca empregar os melhores recursos possíveis para potencializar a sua programação visual e a estrutura do prestador do serviço.
Para elas, são esses os fatores que determinam a compra, por compreenderem e valorizarem aqueles esforços como algo que agrega VALOR ao seu projeto, deixando mais distante o fator PREÇO da negociação.
A missão dos empreendedores que buscam perenidade em seus negócios, é buscar cada vez mais clientes que dêem o devido VALOR na compra do seu produto ou serviço. Isso porque quando se depara com clientes que levam em consideração somente o preço, ele tem certeza de que esse cliente dificilmente será fiel, e geralmente não está em busca de relações comerciais saudáveis.